terça-feira, 19 de maio de 2009

Sem estranguladoras TUDO é possível!

Sem estranguladoras, sem dor, sem puxões na trela, sem frustração, TUDO é possível. Independentemente do tamanho do cão, da raça, do peso ou da sua proveniência.

Liberte o seu cão, liberte-se a si e aprenda a gostar de ensinar.



7 comentários:

nadea disse...

Espectacular!! :D

Belo video, auto-explicativo do que se pode realmente fazer sem punir um animal com qualquer tipo de aversivo.

Gostei muito!

Safirocas boa.. quando penso que já não é possível estares mais linda.. lá vens tu com a tua contínua beleza e doçura. Boa querida ;)

verita disse...

Fantástico!! A Safira tá o máximo!! Queres trocar?! :p ehehehe

Como eu gostava que o Caramelo ficasse atento a mim qdo os outros cães o veem cheirar!!! ainda tenho mt treno pela frente! ;)

AP disse...

Simplesmente espectacular!!
Há 3 anos estive numa escola de treino com a minha vera e um dos requesitos para o treino era o estragulador, coisa que até há muito pouco tempo usava. Sempre me foi informado que seria o melhor método de treino. Pelo video conclui que não é.
Tenho vindo aprender muito neste cantinho.
Aguardo novas dicas!!!

Ps: A Safira é linda!

Isa disse...

Fico sempre embasbacada quando vejo estes vídeos da Safira.Acho realmente espectacular as coisas que consegues que ela faça. E o mais importante de tudo é que nunca é usada a violência, apenas um treino positivo à base de recompensas.
Continuem assim e a fazer vídeos como este, aos poucos vão contribuindo para a mudança da opinião de muitas pessoas, pois infelizmente ainda há muita gente a achar que para educar um cão é preciso castigar e punir!
bjs e muitas festinhas na Safira =)

Tucha Maria disse...

Quem me dera que a minha pulga de 4.5kg fosse assim tão educada - eu não percebo mesmo nada disto....
Assim que vêm 4 patas fica doida!!!!Safira, quem te viu e quem te vê - tu estás linda !!!!!!!!!!!!
Bjs
Sofia

Sacha disse...

Ola Safira, muito bem que espectaculo

bjs

Casa do Pinhal disse...

Sinto falta de mais posts, de sabaderos... Vá lá. Quero mais!